Terapia 4.0: tecnologia permitiu que os profissionais de saúde mental continuassem atuando na pandemia

0
230
Banco de imagens

Terapia 4.0 -No Brasil, os indicativos de problemas de saúde mental têm crescido todos os dias, principalmente por conta da pandemia. Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, os pedidos de afastamento do trabalho por causa de transtornos mentais aumentaram 26% em 2020, em comparação com 2019. Estudo da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, por sua vez, constatou um aumento de 50% nos quadros de depressão e de 80% nos casos de ansiedade, com a quarentena.

Com isso, a busca por terapia também aumentou e as consultas online foram um caminho seguro para que os atendimentos tivessem continuidade, mesmo com as restrições impostas pelos protocolos de distanciamento social. A tendência é comprovada pelo alto volume de profissionais que solicitaram autorização ao Conselho Federal de Psicologia para realizarem atendimento remoto: apenas entre março e dezembro de 2020, foram mais de 99 mil pedidos protocolados. Para se ter uma ideia do quanto esse número é expressivo, basta se observar que, antes da pandemia, apenas 30 mil psicólogos possuíam a autorização.

Graças à tecnologia, foi possível criar esse “novo normal” e absorver a alta demanda por consultas A Telavita, clínica de saúde mental digital pioneira em telepsicologia, que conecta pacientes e psicólogos para atendimento remoto, é um exemplo disso. “Vimos crescer em 400% os atendimentos no primeiro semestre de 2021 de forma remota. Apesar da rotina estar voltando ao normal, a praticidade de atender online possibilita ao psicólogo gerenciar melhor seus compromissos, bem como ampliar seu atendimento a outros estados, sem a necessidade de deslocamento. Essa praticidade e comodidade do online também beneficia os pacientes”, explica Milene Rosenthal, psicóloga, co-fundadora da Telavita.

Para se adequar à nova realidade e ao aumento da demanda por consultas, a Telavita investiu em melhorias contínuas na plataforma, possibilitando que seu corpo clínico pudesse atender de forma mais confortável e com toda a segurança possível. A preocupação com a segurança, aliás, é um dos principais diferenciais da clínica digital – o tratamento é 100% confidencial e a operação atende às regulamentações internacionais. Dessa forma, nenhuma das sessões fica gravada e não é possível acessar dados confidenciais do paciente, ficando vedada também a entrada de qualquer outra pessoa externa na sessão.

 

Da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui