Tem mais PIX que gente no Brasil e as empresas podem se beneficiar disso

0
70
Banco de imagens

PIX -O PIX, sistema de pagamentos instantâneos capitaneado pelo Banco Central (BC), lançado em novembro do ano passado, atingiu 253,5 milhões de chaves em 31 de maio, com 87,6 milhões de cadastros feitos por pessoas físicas e 5,8 milhões por empresas. Segundo a projeção do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem aproximadamente 213 milhões de pessoas. Analisar esses números parece um pouco surreal, pois mostra a força que o sistema de pagamentos instantâneo ganhou em tão pouco tempo, ultrapassando inclusive a população do nosso país.

Os dados do Banco Central apontam também que o PIX não veio apenas para ser mais uma ferramenta de pagamento: de novembro de 2020 a maio deste ano, foram realizadas 2 bilhões de transações que movimentaram R$1,4 trilhão. Outro dado relevante trazido pelo relatório do BC é que o PIX ganha cada vez mais força no comércio. Em novembro de 2020, 87% das transações eram feitas entre pessoas (P2P) e 5% eram de pessoas para empresas (P2B). Agora, 75% são de P2P, e 12% são de P2B.

+++4 tendências da comunicação colaborativa nos negócios

O crescente interesse das empresas em aderir a sistemas de pagamento instantâneos não é uma mera casualidade.  Percebendo esse cenário promissor, outra empresa que adentrou nessa disputa investindo em um sistema de pagamento foi o Facebook. Implementado nos EUA, em 2019, e na Índia, desde o ano passado, com mais de 400 milhões de usuários, o WhatsApp Pay foi lançado em maio deste ano no Brasil.

Essas novas ferramentas de pagamento, munidas ao crescimento do comércio eletrônico e da necessidade de se ter serviços, ferramentas e funcionalidades cada vez mais presentes, traz um cenário promissor, mas também desafiador para empresas que buscam se bancarizar.

Esse novo cenário tem permitido a empresas de diferentes formatos e tamanhos oferecerem serviços financeiros. Basta contratar uma empresa que desenvolva a tecnologia necessária para a oferta de serviços financeiros, tendo apenas o trabalho de inserir sua marca nos materiais, como cartões e apps. Empresas de TI têm desenvolvido soluções customizadas para atender as empresas que desejam oferecer serviços financeiros para seus clientes.

Por João Moressi Jr

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui