Startup de Inteligência Artificial humaniza atendimento ao cliente

0
57

Startup de Inteligência Artificial humaniza atendimento ao cliente – Há alguns anos, propriamente no início da última década, falar sobre inteligência artificial era surreal e distante da realidade daquele momento. Porém, com o passar do tempo, novas tecnologias foram desenvolvidas a fim de atender as necessidades de determinado setor ou melhorar o envolvimento entre marca e cliente.

E em meio a este cenário, nasceu a Alana, startup global de inteligência artificial desenhada exclusivamente para marketing.

Com tecnologia proprietária e skills desenvolvidos para as necessidades das empresa que buscam agilidade e comunicação eficiente com seus clientes em diversos canais, a Alana foi fundada em 2015, por Marcel Jientara e Marcellus Amadeus.

Entre os serviços que oferecem, estão os skills: Alana Broadcast, Alana Replay, Alana Report, Alana Chatbot, Alana Notifications – que pode ser usada de maneira integrada, ou em módulos separados.

Com as soluções proprietárias da Alana é possível importar e sincronizar dados das marcas com o uso das melhores ferramentas de CRM, Atendimento ao Cliente, E-Commerce e Marketing.

A empresa nasceu com o objetivo de melhorar a conexão e integração entre as marcas e os seus clientes, e em 2018 – três anos após o início das operações – a startup recebeu investimentos de executivos de empresas de porte global junto com a Distrito Ventures.

INSPIRAÇÃO

Após construir uma sólida carreira em agências de publicidade, Marcel Jientara observou uma fragmentação de tecnologias disponíveis para marketing estavam aumentando o volume de trabalho manual, causando ineficiência na comunicação e relacionamento entre marcas e cliente. A partir daí, em agosto de 2015, a Alana começou a nascer.

Com o objetivo de otimizar processos no departamento de marketing e aproximar marca e cliente, a Alana tornou-se referência global em Inteligência Artificial, capaz de dar autonomia ao departamento de marketing — substituindo ferramentas, processos e força de trabalho operacional por uma solução cognitiva.

MERCADO

Inserida em um mercado em expansão e aquecido, a startup possui em sua carteira de clientes empresas de grande porte: Nestlé; Seara; Oi; Coca-cola; Record TV; Nívea entre outros.

 

De acordo com o relatório da State of Service, 54% das empresas ao redor do mundo buscam alternativas e empresas para inserir o uso de tecnologia na rotina de trabalho. Segundo o mesmo relatório, a projeção de crescimento para uso de Inteligência Artificial para atendimento ao cliente é de 143% para os próximos 18 meses.

“Enxergamos uma consolidação de ferramentas e uma tendência de simplificação da operação, automatizando interfaces e possibilitando que os profissionais possam trabalhar de forma mais qualificada”, comenta Marcel Jientara, CEO e fundador da Alana.

Sediada em Londres (UK), a startup tem bases operacionais em Austin (EUA) e Tallin (Estônia). Como parte do plano de expansão global da marca, a Alana pretende abrir seu primeiro escritório de Dublin, capital irlandesa. Para o mercado brasileiro, a empresa prevê faturar 10 milhões de reais e busca firmar novas parcerias com diversos canais de venda, assim como fez com a Oracle em 2018 e faturou 1,5 milhões de dólares em vendas brutas após um ano de parceria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui