Startup brasileira cria produto que ajuda a absorver petróleo

0
204

Startup brasileira cria produto que ajuda a absorver petróleo

O absorvedor de petróleo mais eficiente do mundo – de acordo com o conceituado Instituto Cedre (França), foi criado por startup brasileira que expõe sua solução na OTC, absorver um dos mais importantes eventos da indústria de petróleo e gás na América Latina, realizado no Rio de Janeiro. A Biosolvit, que foi alavancada por meio de programas do Sebrae, é uma das expositoras selecionadas no estande do Sebrae RJ na conferência. O 2º dia do evento foi marcado também por grande rodada de negócios, que envolveu 17 empresas âncoras e mais de 100 representantes de micro e pequenas empresas.

A empresa brasileira apoiada pelo Sebrae desde 2017 desenvolve biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de novos materiais, utilizando resíduos de lavouras e até dejetos industriais para criar novos materiais. O produto que projetou a Biosolvit é o absorvedor de óleos e derivados, considerada a solução mais eficiente do mundo para absorção de petróleo. Em maio, foi reconhecida como uma das melhores startups do mundo durante a premiação Startup World Cup Global Pitch Competition & Conference.

Guilhermo Queiroz, CEO e fundador da Biosolvit, conta a experiência com o Prointer Biotec, programa desenvolvido pelo Sebrae RJ para a internacionalização de empresas, entre outras iniciativas, como o Inovativa. “Nossa história está toda conectada com o Sebrae, que nos ajudou de muitas formas: na estruturação como startup, nas conexões com empresas e com o mercado, na participação em grandes eventos”, explica Queiroz. As demais empresas expositoras no stand do Sebrae RJ são: Albatech, Zarpa Serviços, BR2W Soluções, DR1 Imagens e Grattano EPI, EPC, Extintores e Mangueiras.

A onda de negócios fomentada pelo pré-sal, que é o segundo maior polo de exploração offshore do mundo, deve fomentar toda a cadeia produtiva do petróleo e gás, aponta Sérgio Malta, diretor de Desenvolvimento do Sebrae RJ. “A indústria do petróleo passou por um período muito frágil nos últimos anos, mas agora está retomando de maneira formidável e isso vai produzir muitos negócios para as micro e pequenas empresas no Brasil”, detalhou Malta.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui