O que as empresas podem aprender com os creators?

0
98
O que as empresas podem aprender com os creators?

Creators -As marcas não são mais as mesmas desde que os influenciadores ocuparam todos os espaços. De acordo com o levantamento da Opinion Box, empresa de soluções de pesquisa de mercado online, 67% dos usuários do Instagram no Brasil seguem influenciadores e 55% disseram já ter comprado algo que um influenciador digital indicou ou usa. Esses dados só reforçam o quanto as empresas podem aprender com os influencers e o quanto eles são importantes na comunicação com seus consumidores.

Diante deste cenário, a Adventures, Inc – brandtech que atua como uma plataforma moderna de marketing empoderada por dados e tecnologia – reuniu os principais insights de grandes creators no último evento ARENA, com o objetivo de inspirar as marcas a dialogar melhor com seu público e de apontar tendências para o mercado.

O intuito era responder a seguinte pergunta: O que os CMOs podem aprender com os creators? As respostas apontam para a nova era do marketing e como as marcas devem ouvir mais o seu público. “Nós conversamos com o KondZilla, Pierre Mantovani (Omelete), Henrique Lopes (Gina Indelicada), Gustavo Gomes (Baiano) e Nathalia Arcuri (Me Poupe!) que não só nos apontaram nuances temporais para o momento em que vivemos, mas também alguns conceitos que são perenes e que, com certeza, devem se tornar parte do playbook que vai guiar as marcas para o sucesso”, ressalta Rapha Avellar, fundador da Adventures, Inc.

Confira as principais reflexões

Ideias nascem do consumidor: 

Hoje o marketing não se baseia somente naquelas grandes campanhas de mídia que visam atingir a massa. Criar uma comunidade em que seja possível ouvir os seus consumidores é uma ótima oportunidade de identificar o que é realmente útil e que agrega valor na vida das pessoas. Estar mais próximo da sua comunidade para entender o que de fato é importante para ela é um dos maiores benefícios do digital.

Elimine o medo:

No mundo de hoje grande parte da estratégia é sobre saber se adaptar as mudanças que aparecem, sejam no consumidor, nas plataformas, nos canais de mídia ou na tensão cultural daquela semana. A mentalidade de errar, aprender rápido, testar e evoluir é absolutamente fundamental.

Entretenha ao invés de interromper:

Cada vez mais as pessoas estão em busca de identificação e pertencimento com as marcas com as quais se comunicam. Sendo assim, para que uma empresa crie laços reais e uma relação genuína com o seu público é preciso ter uma relação verdadeira e transparente, onde seja possível entender rapidamente aquilo que é importante para seus consumidores e seguidores. Os anúncios devem entreter e não interromper o usuário. A atenção é moeda: um dos itens mais valiosos que as marcas podem ter é a atenção do seu público. Por isso, é fundamental criar ações realmente relevantes para ele.

+++Marcas apostam no TIkTok em busca de mais visibilidade

Velocidade é o nome do jogo: 

Não haverá um novo normal, apenas uma sequência de não normais que desafiam todas as previsões e são impensáveis até o nome em que ocorrem. O mundo muda a cada segundo e os acontecimentos da manhã já são velhos à tarde. Neste cenário é fundamental ter velocidade na comunicação. Só assim, as mensagens serão assertivas e não vão perder o sentido. A rapidez também envolve estar presente em todas as mídias que dialogam com a sua marca e conseguir aproveitar as oportunidades no timing certo, antes que expirem. Construir marca em 2021 é quase que day trading.

Volume, volume, volume: 

O que quer que você esteja produzindo atualmente, faça mais. Fazer mais se traduz em mais oportunidade para coletar dados, mais oportunidades para aprender, significa viabilizar estratégias hipersegmentadas que se conectam com o coração e mente de audiências específicas. Em 2021 o conteúdo é a porta de entrada para a enorme maioria dos objetivos de negócio e a maioria das marcas ainda não entendeu que é fundamental criar em escala e na velocidade do consumidor final todos os dias para permanecer relevante. A atenção é moeda: um dos itens mais valiosos que as marcas podem ter é a atenção do seu público. A atenção do consumidor foi fragmentada, por isso, é fundamental estar presente em múltiplos canais o tempo todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui