Kovi, startup de aluguel de carros, recebe aporte de US$ 30 milhões

0
322

A startup paulista Kovi, especializada no aluguel de carros para motoristas de aplicativos, recebeu um investimento de US$ 30 milhões – cerca de R$ 120 milhões. A rodada foi liderada pela Global Founders Capital e também envolveu atuais investidores, como Monashees e Maya Capital.

Fundada no final de 2018 por Adhemar Milani e João Costa, a startup compete com locadoras tradicionais de veículos ao oferecer preços de 5% a 10% abaixo da média. Há seis meses, o negócio já havia recebido um investimento de US$ 10,5 milhões (cerca de R$ 41 milhões).

A nova rodada teve participação da Global Founders Capital, Quona Capital, Monashees, Maya Capital, Kevin Efrusy, YCombinator, OneVC, Broadhaven Ventures e Justin Mateen.

Os recursos serão usados para dar início a uma expansão internacional. Segundo a startup, entre os investidores está um grande grupo mexicano que abrirá portas para o início de sua operação no México.

O aporte também permitirá aumentar a equipe de funcionários, aumentar a frota de veículos e dar continuidade à expansão para novas cidades. “Nosso modelo de negócio cresce 40% ao mês e isso nos mostra que estamos no caminho certo”, disse Milani em comunicado oficial.

O investimento, que foi liderado pela Global Founders Capital e considerado alto tipicamente para essa rodada no Brasil, que costumeiramente fica em torno de US$ 5 milhões, contará com a participação dos seguintes investidores:

Monashees
Maya Capital
Kevin Efrusy (do fundo Accel Partners)
YCombinator
Onevc
Quona Capital
“O negócio de mobilidade urbana exige investimentos mais pesados, por isso buscamos uma rodada mais parruda”, afirmou Milani Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui