Gestor de Big Data e de inteligência artificial agora tem formação acadêmica

0
153

Gestor de Big Data e de inteligência artificial – Especialistas em Inteligência Artificial e Big Data estarão entre os mais requisitados nos próximos anos, segundo a Michael Page

 

BIG DATA

Nove dias antes da Organização Mundial da Saúde (OMS) emitir um alerta sobre a epidemia de coronavírus na China, uma startup de tecnologia previu o surto da doença e a ordem dos locais em que ela chegaria. Esse é apenas um exemplo do tipo de informação possível de se obter ao combinar big data, ciência de dados e inteligência artificial.

 

Segundo Beatriz Balena, reitora da Universidade Veiga de Almeida (UVA), a análise antecipada reúne recursos que abrangem estatística sob demanda, modelagem preditiva, extração de dados, análise de texto, otimização e aprendizado das máquinas.

“Essas ferramentas ajudam as empresas a descobrir padrões nos dados para antecipar o que provavelmente acontecerá a seguir”, explica Beatriz.

 

Leia também

+++Esta startup leva a inteligência artificial para o chão de fábrica

 

 

E completa: “Essa é já é uma ferramenta imprescindível para tomada de decisões e a tendência é que esse mercado cresça exponencialmente”.

Para preparar profissionais capacitados para coletar, armazenar, gerir e principalmente dar sentido ao emaranhando de dados obtidos por diversos canais de informação, o Núcleo de Negócios da UVA passa a oferecer, a partir de março, o curso de pós-graduação “Decisão Estratégica com Big Data, Data Science e Inteligência Artificial”.

Profissões ligadas à tecnologia, antes restritas ao ambiente de TI, estão cada vez mais sofisticadas e são as que tendem ser melhor remuneradas.

Uma pesquisa feita pela Michael Page, líder mundial em recrutamento de executivos, aponta que profissionais de tecnologia estarão entre os mais procurados nos próximos anos.

 

+++ Como preparar uma empresa para o futuro?

 

O grande volume de dados e os algoritmos matemáticos, que permitem a interpretação dessas informações, tornam o minerador de dados, por exemplo, um profissional essencial em diversas áreas. “A combinação de pessoas e máquinas tornam o processo decisório mais assertivo. Todas estas características podem ser alcançadas quando Big Data e Data Science são utilizadas em conjunto”, destaca Beatriz.

O objetivo da pós-graduação “Decisão Estratégica com Big Data, Data Science e Inteligência Artificial”, que terá duração de um ano, é capacitar o aluno para trabalhar com ferramentas destas áreas com foco em auxiliar empresas em um processo decisório estratégico.

 

As inscrições estão abertas. Para mais informações acesse: http://www.uva.br

 

Da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui