Família que plantava pimentas no quintal de casa hoje exporta para 11 países

0
253

Cozinhar sempre foi uma das atividades favoritas da família dos irmãos Gustavo e Diogo Moreira de Aquino. Com ascendência portuguesa e italiana, os pais dos empreendedores tinham plantações de pimenta em casa e começaram a cozinhar para vender em 1993, na casa onde moravam, em Vinhedo (SP). Na época, Gustavo tinha apenas 16 anos. Hoje, a Sabor das Índias fatura R$ 8 milhões e exporta para 11 países.

Até o ano passado, as vendas internacionais correspondiam a 6% do faturamento da empresa. No entanto, com a pandemia, que culminou em uma queda no mercado nacional e na alta do dólar, a participação cresceu 50% no faturamento e hoje representa 9% do total. Atualmente, a Sabor das Índias vende para Angola, Canadá, China, Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Paraguai, Portugal, Suíça, Emirados Árabes e Holanda.

Aquino buscou ajuda do Sebrae para profissionalizar a empresa e foi aconselhado a pensar na internacionalização do produto. “O consultor explicou que eu deveria adequar algumas coisas, como cálculo de custo e logística. A partir de 2014, começamos a trabalhar focados em uma linha de produto para atender o mercado internacional. Qualidade nós tínhamos, mas precisamos rever idioma, tabela de preço, cálculo de logística e a parte de rótulos, que passou por uma transformação de identidade visual.”

Eles iniciaram uma missão de internacionalização com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e tinham a intenção de começar por perto, na América Latina mesmo. No entanto, durante as rodadas de negócio, Aquino foi apresentado ao representante de uma importadora e distribuidora dos Estados Unidos. “Ele nos fez uma visita e ficou impressionado como estávamos antecipados com o FDA [sigla de Food and Drug Administration, registro de alimentos nos Estados Unidos, equivalente à Anvisa]. Escolheu o mix de produtos que ele achou que tinha a cara dos clientes e fizemos o primeiro contêiner.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui