Entrevista: Ele criou uma startup que ensina crianças a andarem de bikes sem rodinhas

0
99
  • 1-Como surgiu a ideia do projeto e a ideia de vincular as crianças ao esporte?

Em um mundo onde as crianças estão totalmente conectadas e os pais cada vez mais ocupados, incentivar e ensinar a criança a desconectar e ter uma vida saudável é praticamente um desafio. Mas, acredito que nem tudo está perdido e com pequenas atitudes, podemos alcançar grandes resultados e andar de bicicleta traz muitos benefícios, alivia o stress, fortalece o bem-estar emocional, entre outros, além de ser um meio muito prazeroso que pode ser feito, sozinho, em família ou entre amigos e pensando nisso, abri uma empresa de locação de bicicletas também.  Na minha loja, percebi uma grande demanda de crianças com idades entre 7 a 13 anos que não conseguiam andar sem rodinhas e isso dificultava o passeio em grupo, porque as rodinhas acabam enroscando e o que atrasava o andamento do grupo.

2-Na sua opinião,qual é a maior inovação do seu projeto?

A maior inovação do meu projeto é ensinar sem traumas e em pouco tempo. Nosso foco é na dificuldade de cada um dos alunos e os exercícios são aplicados para atingir os melhores resultados de acordo com cada perfil. Enquanto alguns aprendem a pedalar com duas ou três aulas, outros podem levar mais tempo. O importante é não desistir, pois no que depender do professor, paciência e dedicação ao aluno não faltarão.

3-Qual é o método que utilizam para a criança aprender a pedalar sem rodinhas em curto tempo?

O método é orgânico e faz com que a criança entenda como utilizar o equilíbrio na bike de forma gradativa. Com ajuda do professor é possível medir as maiores dificuldades e focar em exercícios específicos para alcançar os resultados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui