Ele fatura R$ 5 milhões com um software que monitora o celular corporativo de funcionários

0
279

Ele fatura R$ 5 milhões com um software que monitora o celular corporativo de funcionários

Muitas empresas disponibilizam telefones corporativos para que seus funcionários possam acessar e-mails, trocar mensagens ou até mesmo trabalhar em trânsito. No entanto, algumas armadilhas podem colocar em risco essa conectividade, sendo a distração a pior delas. Além de prejudicar a produtividade, o funcionário pode acabar sendo exposto a situações perigosas.

Em 2011, Vinicius Boemeke percebeu que essa dificuldade poderia ser uma oportunidade de negócios e lhe dar 5 milhões.Foi então que ele, junto com outros três sócios, fundou a MDM Solutions. A empresa é especializada na revenda de softwares de gerenciamento de dispositivos móveis.

Tais soluções permitem que as corporações monitorem a atividade dos celulares dos seus funcionários, podendo até mesmo rastrear os aparelhos em caso de furto.

Formado em publicidade, Boemeke se define como uma pessoa inquieta. No mundo do empreendedorismo, tal inquietude fez com que sua postura com os clientes não se limitasse às relações comerciais, mas adquirisse certa profundidade.

Essa característica o levou a, em 2015, conhecer um pouco mais da rotina da Ambev. “Durante a visita, percebi que essas soluções estavam ganhando espaço no dia a dia dos funcionários.” No mesmo ano, a alta do dólar encareceu muito as soluções revendidas pela MDM. A epifania foi quase que instantânea: o mercado estava maduro o suficiente para uma solução nacional.

Um pouco de pesquisa revelou que, mais do que apenas a necessidade de um aplicativo brasileiro, o mercado também precisava de uma solução que englobasse funções mais operacionais, como vendedores de rua. A Pulsus, braço da MDM, nascia em 2016 justamente com essa proposta.

Para desenvolver as funções do software, Boemeke foi atrás de conhecer as necessidades de seus clientes. O resultado foi funcionalidades como a “janela de atualizações”. Ela permite que a empresa determine um horário específico em que todos os aplicativos do dispositivo podem ser atualizados.

Com a Pulsus, empresas também podem determinar os horários que os aplicativos podem ser usados; rastrear e bloquear o dispositivo em caso de roubo; monitorar o nível de bateria, armazenamento e memória; gerenciar o uso de dados de internet; personalizar a tela inicial e controlar ligações e navegação web.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui