Dia dos Namorados: compras on-line requerem atenção

0
168

Com a pandemia da Covid-19, os casais que desejam presentear neste Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, precisarão aderir ao e-commerce, pois na maior parte das regiões do país as lojas físicas permanecem fechadas. Se, por um lado, a internet oferece comodidade, mais opções e, atualmente, segurança à saúde, por outro, há o risco de golpes virtuais.

De acordo com Oscar Zuccarelli, gerente de Segurança da Informação da Certisign, empresa especializada em segurança digital, é, principalmente, nestas épocas de alta do varejo que os cibercriminosos costumam enviar e-mails com ofertas arrasadoras e links falsos que direcionam para cópias de sites famosos. Ao clicar, o internauta tem suas informações capturadas. “Este golpe é conhecido como Phishing. Ele é usado para fisgar dados pessoais e financeiros, como o número de CPF e senhas”.

Zuccarelli relata que os ambientes virtuais mais atingidos por phishing são: bancos, webmails e o e-commerce. Segundo o relatório da Phishing Activity Trends Report, da APWG (Anti-Phishing Working Group), no Brasil, os golpes de Phishing, cresceram 239%, no primeiro trimestre de 2020, quando comparado ao mesmo período do ano passado.
Como evitar

+LEIA TAMBÉM:http://rotadainovacao.com.br/choperia-inteligente-registra-crescimento-em-2019/

De acordo com o especialista, desconfiar de preços muito abaixo da média do mercado é o primeiro passo. Depois é preciso analisar o endereço de e-mail pelo qual a oferta foi enviada ou a URL do site em questão. “Falando de páginas da web especificamente, o consumidor deve observar, também, se na barra de endereços consta um cadeado e se há um ‘S’ no final do ‘HTTP’, ficando “HTTPS”. Esses são alguns dos sinais de que o site é protegido por um Certificado SSL”.

O SSL protege todos os dados trafegados no site por meio da criptografia, impossibilitando, assim, a interceptação destas informações. “Como na internet todo cuidado é pouco, outra dica é que o consumidor clique no cadeado para conferir as informações do SSL em questão e se ele foi emitido, de fato, para a página onde ele está configurado. É importante também fazer o mesmo processo no selo de segurança, como o de Site Seguro, que fica geralmente localizado no rodapé da página”, acrescenta.

Por fim, a ortografia e a identidade visual do site ou do e-mail também devem ser observadas. De acordo com o especialista, empresas de credibilidade se preocupam em fornecer informações claras e escritas de forma correta, além de terem uma identidade visual sólida e cuidadosamente elaborada. “Se determinada marca sempre faz suas peças com a mesma fonte, cor, estilo e forma de escrita, fuja dos e-mails, banners e sites que não seguirem este padrão”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui