5 dicas de segurança digital para usar o WhatsApp Pay

0
177
5 dicas de segurança digital para usar o WhatsApp Pay

WhatsApp Pay -Lançado recentemente no Brasil, o Whatsapp Pay foi desenvolvido com intuito de permitir que os usuários do app façam transferências entre si sem precisar pagar taxas ou acessando outras plataformas bancárias. O aplicativo, que já conta com a função de ligações e chamadas de vídeo, agora também poderá receber transações dentro da própria ferramenta apenas de CPF para CPF, por enquanto.

De acordo com Marcio D’Avila, especialista em segurança digital e consultor técnico da Certisign, a novidade é ótima e facilita a vida das pessoas, mas é preciso ter alguns cuidados para usufruir da ferramenta com segurança e evitar dor de cabeça.

Segundo D’Avilla o usuário precisa ficar atento aos seguintes pontos:

1. Ative a confirmação em duas etapas no seu WhatsApp:

Este recurso adiciona uma camada de segurança no acesso ao seu aplicativo por meio da criação de uma senha, chamada PIN. É importante, também, neste processo, cadastrar um e-mail que servirá para proteger a sua conta e redefinir o seu PIN caso você o esqueça.

+++Sinais que podem ajudar empresas na era da transformação comprimida

2. Não envie, compartilhe ou informe códigos de verificação:

Ao compartilhar, o aplicativo pode ser clonado e, por consequência, transações podem ser realizadas sem consentimento ao compartilhar essa informação.

3. Evite fazer transações usando redes públicas (wi-fi gratuito): 

Caso não tenha outra opção, ao se conectar, veja se a rede é segura e, portanto, se está protegida por um Certificado SSL: observe se há a letra “S” no HTPP, ficando HTTPS, e cadeado no navegador. Clique no cadeado e veja se o Certificado emitido está em nome da página onde você está. Redes sem Certificado SSL colocam em risco seus dados, que podem ser interceptados por terceiros.

4. Instale aplicativos somente a partir da loja do seu sistema operacional:

Ao baixar apps de fontes desconhecidas, cibercriminosos podem ter acesso aos contatos e a tudo que há em seu dispositivo, inclusive seu WhatsApp.

5. Apenas acesse links confiáveis:

Mesmo que seja o contato de um amigo ou parente não clique no link, ou faça a transferência. Os cibercriminosos, também, estão criando contas falsas, na qual clonam a lista de contatos para solicitar o envio de valores e distribuir malwares.

Além dessas dicas, o especialista salienta a importância de deixar o perfil no modo privado. “Esta configuração reforça a segurança do WhatsApp permitindo escolher como compartilhar informações com todas as pessoas que você está conversando ou somente com as que estão salvas como contatos da sua agenda”, finaliza

 

Da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui